Top Ad 728x90

Últimas Notícias

domingo, 15 de outubro de 2017

Tião Viana celebra força agrícola de Acrelândia e Plácido de Castro; R$ 3 milhões investidos

Por
Com R$ 137 milhões sendo aplicados na agricultura familiar do Acre, o governador Tião Viana segue entregando os Planos Agrícolas aos municípios. O documento organiza as cadeias produtivas em cada localidade. Nesta sexta-feira, 13, foi a vez de Acrelândia e Plácido de Castro.

“O Acre só tem uma saída: plantar, criar e industrializar”, afirmou o governador, incentivando os produtores presentes a acreditarem cada vez mais em si, pois são peça fundamental para o desenvolvimento do estado. “É preciso olhar dia e noite o mercado, acreditar que nós podemos seguir. Cabe tudo no Acre.”

O Plano Agrícola prevê um investimento de 1,8 milhões em Acrelândia e R$ 1,2 milhões para Plácido de Castro. As atividades são organizadas pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof).

As ações, que já estão sendo executadas, são das cadeias produtivas da borracha, fruticultura, horticultura, bacia leiteira e do mel, abrangendo ainda os investimentos destinados ao Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), ao Plano de Desenvolvimento Comunitário (PDC), ações de mecanização agrícola e implantação de unidades de referência produtiva.

O que disseram

“O governo do Estado dá continuidade aos lançamentos dos Planos Agrícolas, um meio de organizarmos os investimentos feitos nas diversas cadeias produtivas. Trabalhamos junto às comunidades, para realizar as atividades com que mais se identificam” – João Thaumaturgo Neto, titular da Seaprof

“O governador Tião Viana vem fazendo investimento na nossa produção não é de hoje, é desde o ínicio de seu mandato. Nossos agricultores querem realmente produzir, e aqui em Acrelândia temos o café a banana como carros chefe” – Ederaldo Caetano, prefeito de Acrelândia.

“Agradeço aqui ao governador, pois esses investimentos oportunizam a geração de renda em nosso munícipio. Vai sair da agricultura, para movimentar o comércio, por exemplo. A prefeitura está de portas abertas para parcerias com o Estado” – Gedeon Barros, prefeito de Plácido de Castro.

“O Brasil vive uma de suas maiores crises, mas aqui no Acre sobrevivemos a tudo isso porque se pensa na produção, trabalha-se a agricultura familiar. Esses investimentos, que o governador conquistou para o Acre, gera renda, gera melhoria na qualidade de vida. Vemos aqui a alegria dos produtores” – César Messias, deputado federal.

“Em seu sétimo ano de governo, Tião Viana continua investindo. Só para Acrelândia e Plácido de Castro, são quase R$ 3 milhões. Isso vai gerar renda para os produtores e para o município” – Lourival Marques, deputado estadual

“Trago a mensagem para os produtores, que em conversa com as empresas que beneficiam o café aqui no Acre, fui informado que elas precisam de uma produção de mil hectares só aqui no estado. Então, o mercado está aberto e vamos aproveitar o incentivo para produzir” – Sibá Machado, secretário da Indústria, do Comércio e dos Serviços Sustentáveis (Sedens).




Fonte: agencia.ac.gov.br

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Depasa realiza intervenções no reservatório de Acrelândia

Por
O reservatório da Estação de Tratamento de Água (ETA) de Acrelândia passa por intervenções de aprofundamento do leito para ganhar mais volume de água. Sua capacidade saltará de 2,8 para 5 metros de profundidade.

O ritmo das escavações e demais estruturações segue num ritmo satisfatório, de acordo com o cronograma das obras executadas pelo governo do Acre, por meio do Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa).

Nesta semana, a autarquia iniciou uma nova etapa de trabalho. Trata-se da captação de água de um açude que foi construído para dar suporte ao abastecimento durante o período das obras.

“O tempo de seca está prolongado, e como consequência, um dos açudes de onde captamos água apresenta um nível baixo, em torno de 1,20 metro no ponto mais profundo. E para evitar qualquer desabastecimento, iniciamos o bombeamento de água entre os mananciais”, informa o diretor de operações do Depasa, David Bussons.

Cerca de 400 metros de tubulações e a instalação de um motor-bomba já foram concluídos. A medida assegurará o fluxo contínuo do açude para a captação e distribuição de água, sem interferir no andamento das escavações.

“O abastecimento seguirá normalmente, com a intermitência de um dia para a região central, que compõe as instituições de ensino e hospitalar, e de dois dias para os demais bairros. No entanto, a parceria com a comunidade continua, para evitar qualquer forma de desperdício de água, pois a estiagem continua forte”, relata Bussons.

Outros investimentos

Os equipamentos e demais estruturas da nova ETA vieram de Santa Catarina, por via terrestre, para serem montados em Acrelândia. Com essa ação, a rede de abastecimento de Acrelândia aumentará sua oferta de 30 para 45 litros por segundo.

Cerca de R$ 4 milhões estão sendo investidos pela gestão estadual, em parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), na melhoria do sistema de captação e de abastecimento.

Seca de 2016

Em setembro do ano passado, Acrelândia vivenciou uma grave seca, ocasionando a redução drástica no nível do açude que abastece a comunidade. Em alguns pontos o volume de água ficou menor que 20 centímetros.

Para evitar que a cidade ficasse desabastecida, o Depasa utilizou água de um açude particular, que fica ao lado da captação da ETA, e recebeu o auxílio da Defesa Civil Nacional para distribuir água tratada em carros-pipa para as comunidades.



Fonte: agencia.ac.gov.br

Top Ad 728x90

Top Ad 728x90