Top Ad 728x90

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

,

Para defender irmã, jovem esfaqueia ex-cunhado: 'batia demais nela'

Dona de casa diz que já foi estuprada várias vezes pelo ex. Jovem de 19 anos vai ser indiciado por tentativa de homicídio.

Francisco Avelino, de 19 anos, se entregou à polícia nesta quarta-feira (22) após tentar matar o ex-cunhado com duas facadas no tórax em Cruzeiro do Sul, no interior do Acre. Avelino confessou o crime e disse que esfaqueou a vítima porque ele batia demais na sua irmã, a dona de casa Maria Avelino, de 23 anos.

O homem, que não teve o nome divulgado, foi encaminhado para o Hospital do Juruá, recebeu alta nesta quinta-feira (23) e deve ser ouvido pela polícia.

Francisco diz que decidiu matar o ex-cunhado após ver que mais uma vez sua irmã havia sido agredida.

"Ele batia demais nela. Agredia ela há mais de dois meses e ninguém fazia nada. Ontem [quarta,22] ele bateu nela na rua e ela ficou desmaiada. Então, tive que punir por ela", afirmou.

Maria Avelino confirma a versão do irmão e diz que já foi estuprada várias vezes pelo ex. “Eu saia de casa e ele me perseguia. Ontem [quarta,22] ele me seguiu e tentou voltar, mas disse que não e ele me bateu tanto que eu desmaiei. Ele já me agride há meses. Invade as casas onde eu estou, me estupra e me ameaça”, revela.

O delegado Alexnaldo Batista é o responsável pelo caso e disse que Avelino vai ser autuado em flagrante por tentativa de homicídio. “Infelizmente, mais uma tentativa de homicídio. Ele admitiu que foi ele mesmo e que foi para defender a irmã. É um caso de família, mas nos preocupa, porque ajuda a aumentar a violência na nossa cidade”, finaliza.


Fonte: G1 Acre

Top Ad 728x90