Top Ad 728x90

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Presidente do TJAC restitui à Polícia Militar armas que seriam destruídas

Desembargadora Denise Bonfim também recebeu Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) para discutir a questão da segurança.


A presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC), desembargadora Denise Bonfim, restituiu à Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC) 21 armas que estavam encaminhadas à destruição. Todo o armamento estava vinculado a processos judiciais encerrados. A entrega ocorreu nesta quinta-feira (23), no gabinete da Presidência, na Sede Administrativa.

Foram devolvidas uma metralhadora, pistola ponto calibre 40, pistola calibre 380, e revólver calibre 38. Essa é a primeira entrega de armamento, coletivamente, já feita por uma gestão do TJAC.



Participaram da entrega, o comandante geral da PMAC, coronel Júlio Cesar, e o subcomandante, coronel Ricardo Brandão. Do TJAC, acompanharam o juiz de Direito Lois Arruda, auxiliar da Presidência; o assessor-chefe Jurídico Paulo César e o assessor-chefe Militar, capitão Aguiar.

Houve o cuidado de localizar, fazer a repatriação e entregar. Algumas das armas eram da instituição e outras de policiais militares. Todas seriam destruídas. O que eu já fazia para um melhor desenvolvimento no serviço da PMAC, quero agora poder fazer mais. A Polícia Militar pode contar com o Judiciáriodisse a desembargadora-presidente, Denise Bonfim.

Antes da entrega do armamento foram discutidos alguns pontos para aprimorar o sistema de segurança como, por exemplo, a possibilidade de estreitar a relação que já existe em algumas comarcas e generalizar dentro de todo o Estado, além de estabelecer parcerias para o acondicionamento das armas que estão em trâmite de processo.

“É de grande satisfação poder visitar a nova presidente do TJAC. Agradecemos todo o trabalho já direcionado à nossa corporação e temos interesse em continuar com as parcerias. São muitas situações que devemos trabalhar em prol da sociedade. O armamento recebido hoje certamente é de grande contribuição para a segurança”, comentou o comandante geral, coronel Júlio Cesar.

Segurança é discutida

Na quarta-feira (22), a desembargadora-presidente também recebeu as visitas do comandante do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), tenente-coronel Souza Filho e do subcomandante, major Flávio Inácio.



Na ocasião, foram discutidas futuras parcerias entre os órgãos e também sobre os grupos de Monitoramento e Fiscalização dos reeducados em semiliberdade ou liberdade assistida, além da destinação das penas pecuniárias aos órgãos ligados a segurança pública – para o empego da pena decorrente do cometimento de delito na repressão a esses cometedores de delito fazer que o produto volte ao efetivo social.

“É intenção do Poder Judiciário manter e reforçar as parcerias. Essa união é essencial e os bons resultados quem ganha é a sociedade. A gestão continuará marcada pelo diálogo institucional, atendendo a garantia dos direitos dos jurisdicionados”, acrescentou a desembargadora-presidente.

As parcerias institucionais também foram levantadas pelo tenente-coronel Souza Filho que parabenizou a magistrada pelo cargo de presidente do Judiciário.

“Para muitos dos nossos serviços nós precisamos de apoio do TJAC. A união das instituições faz a força e mostra resultados. Nosso comando está à disposição”, disse o tenente-coronel Souza Filho.

POR: GECOM - TJAC

Top Ad 728x90