Top Ad 728x90

quinta-feira, 16 de março de 2017

,

Rachaduras na BR-364 comprovam asfalto de 2cm e desvio milionário nas obras denunciado pela CGU

Deputado Luiz Gonzaga denuncia que espessura do asfalto da BR-364 está abaixo do recomendado


O líder do PSDB na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Luiz Gonzaga, usou as redes sociais na tarde desta quarta-feira (15) para denunciar que a espessura do asfalto da BR-364 em solo acreano está bem abaixo das especificações necessárias.

Em imagens, o deputado provou que a massa asfáltica é de 2 centímetros, comprovando dessa maneira que houve desvio de recursos financeiros enviados para a recuperação da estrada, conforme foi mostrado no relatório de 2015 da Controladoria-Geral da União (CGU).

Gonzaga voltou a frisar que os governos petistas do Acre receberam mais de R$ 2 bilhões para fazer 42 quilômetros de asfalto entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul, porém a estrada não foi concluída.

“Olha a espessura do asfalto na BR-364. Como aguentar o peso de uma carreta? Receberam mais de 2 bilhões de reais. Nem a estrada e nem dinheiro”, dispara o tucano.


O relatório da CGU que foi divulgado em 2015 apontava falhas na execução da referida BR e desvio de recursos financeiros na ordem de quase R$ 8 milhões. O órgão de controle interno revelou, ainda, que a camada asfáltica é de 2 centímetros, inferior ao que foi pago e que deveria ser 5cm.



Fonte: A Folha do Acre

Top Ad 728x90