Top Ad 728x90

segunda-feira, 3 de abril de 2017

,

Após invadir casa de delegado de Acrelândia, homem é achado morto dentro de carro usado em fuga

Delegado teve casa invadida neste sábado (1º) e trocou tiros com os criminosos. Dois foram presos, um morreu e outro continua foragido.


Após invadir a casa do delegado de Polícia Civil Marcos Cabral no sábado (1º), no bairro Vila Ivonete, em Rio Branco, e tentar fugir, Welliton Souza de Moreira, de 21 anos, foi baleado na troca de tiros com a Polícia Militar do Acre (PM-AC) e morreu. O delegado que investiga o caso, Rêmulo Diniz, informou que o suspeito foi achado morto dentro do carro usado na fuga.

Sem ter muitas informações sobre o ocorrido, a família confirmou ao G1 que Moreira foi morto em uma troca de tiros com policiais.

"Ontem [sábado,1] o delegado Cabral foi surpreendido por ao menos quatro homens armados que chegaram na casa dele, renderam os familiares, e perguntaram por ele. Foi quando o delegado reagiu, já que os homens estavam com arma em punho e iniciou a troca de tiros. Nesse momento, um carro deu apoio e levou alguns dos bandidos, outro fugiu a pé e foi capturado por policiais que moram nas redondezas", contou Diniz

Durante as buscas pelas redondezas, equipes policiais localizaram o veículo com Moreira, já sem vida, dentro. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

"Foi encontrado no bairro Conquista, próximo à casa do delegado, um veículo abandonado, com pneu furado, marcas de perfuração de bala e dentro dele tinha um cidadão em óbito, que foi levado ao IML", disse Diniz.

A PM-AC conseguiu prender Felipe Souza de Jesus, de 21 anos, próximo a casa do delegado. Em seguida, mais um dos criminosos foi capturado. "Dois dos criminosos foram presos ontem mesmo, um foi morto durante o confronto com policiais e outro continua foragido. Gostaria de enaltecer a união entre as forças policiais diante desse ataque", afirmou o delegado que investiga o caso.
Entenda o caso

O delegado de Polícia Civil Marcos Cabral teve a casa invadida, no sábado (1º), no bairro Vila Ivonete, em Rio Branco. Ao perceber a ação dos bandidos, o delegado trocou tiros com os criminosos. A família do delegado estava na casa, mas ninguém se feriu.

Felipe Afonso de Jesus, de 21 anos, foi preso em uma rua próxima à casa do delegado e encaminhado para a Delegacia de Flagrantes (Defla). Com ele, a polícia encontrou uma pistola ponto 40 de uso restrito. Jesus é detento do regime semiaberto e cumpre pena por tráfico e porte ilegal de arma.

O diretor do Departamento de Polícia da Capital e Interior (DPCI), delegado Nilton Boscaro, disse à equipe da Rede Amazônica Acre que no momento do ocorrido o delegado estava em uma casa próxima quando os homens chegaram em dois carros perguntando por um policial.

O delegado, então, viu a movimentação e começou uma troca de tiros. Ninguém da família de Cabral foi atingido pelos disparos.

Fonte: G1 Acre 

Top Ad 728x90