Top Ad 728x90

segunda-feira, 24 de julho de 2017

,

Marcha Contra o Crack reúne milhares de pessoas em Rio Branco e encerra com show de Fernandinho

Pelo menos 5 mil pessoas caminharam pelas ruas do centro de Rio Branco na tarde de sexta-feira (21) durante a Marcha Contra o Crack e Outras Drogas, realizada pelo Centro Terapêutico Lucimar Lucena Ramos. O evento que foi encerrado com um show do cantor Fernandinho teve apoio do grupo Boas Novas e empresária Antônia Lucia Camara.
O evento contou com a presença do senador Gladson Cameli (PP), vereador Roberto Duarte Junior (PMDB), pastores de diversas denominações e sociedade em geral. A marcha, que é realizada anualmente, tem se firmado como parte do calendário rio-branquense de eventos. Toda a programação, marcha e show do cantor Fernandinho, foi transmitida ao vivo pela Rádio Boas Novas 107,9 e Amazônia Boas Novas.
Os pastores que estiveram presentes falaram sobre a importância de lutar e vencer o vício das drogas. Pastores como Maycon Gomes, organizador do Aviva Rio Branco, elogiou o trabalho realizado por Antônia Lúcia e frisou a relevância social que o combate contra as drogas desempenha em prol da sociedade acreana.
A empresária Gabriela Câmara, diretora do grupo Boas Novas, emocionou-se ao falar do trabalho realizado pela missionária Antônia Lúcia.
“Eu tenho visto dia após dia o trabalho da minha mãe, do meu pai e sou fruto desse trabalho e me somo a eles na luta para ajudar jovens a escaparem do vício e reconstruírem suas vidas”, disse em lágrimas.
Gabriela pediu aos evangélicos presentes que orem em prol do projeto social desempenhando através do Centro Terapêutico Lucimar Lucena Ramos e pediu que também orem pela família Câmara.
“Trabalhamos diuturnamente e ao lado da minha mãe já tive oportunidades de resgatar jovens vítimas do vício, mas nem todos compreendem o desprendimento desse trabalho e nos atacam, mas eu peço a vocês que orem, pois Deus é maior para nos livrar”, diz.
Antônia Lúcia agradeceu aos presentes, realizou entrega de cadeiras de rodas para pessoas hipossuficientes e frisou que continuará desempenhando o trabalho social que faz no Acre.
“Temos uma convicção cristã que nos move a ajudar os menos favorecidos, a lutar para tirar jovens do mundo das drogas e colocar nosso Estado diante de dias melhores”, diz.


Fonte: Folha do Acre

Top Ad 728x90