Top Ad 728x90

domingo, 23 de julho de 2017

,

Bocalom ataca Gladson e o acusa de estar a serviço do PT: “Votava a favor de Lula”

O ex-prefeito de Acrelândia e candidato majoritário derrotado em várias eleições consecutivas ao governo do Acre, Tião Bocalom, usou o Facebook neste domingo (23) para criticar o senador Gladson Cameli (PP), pedindo respeito pela provável pré-candidatura do DEM ao governo e acusando o senador progressista e seu grupo de terem feito alianças com a Frente Popular do Acre, grupo político liderado pelo PT no Acre.

Bocalom reagiu de forma dura a uma entrevista concedida por Cameli a um site local onde o senador afirmava que uma terceira candidatura beneficiaria o PT, e afirmou que a terceira via será útil diante da possibilidade, apontada por ele, da candidatura de Cameli sofrer desgastes por conta dos desdobramentos da Operação Lava Jato.

“Eu defendo uma terceira alternativa para o caso dessa candidatura dele naufragar e ele sabe que isso pode acontecer”, disse, para logo depois acrescentar que a candidatura de Cameli poderá ser “bombardeada” até agosto e para o caso disso acontecer seria necessário uma terceira via de força para enfrentar o PT.

Bocalom aproveitou a oportunidade para dizer que em 2016 o grupo do senador Cameli beneficiou o PT e frisou que no Acre a real oposição ao governo atual é composta por PSDB e DEM.

“O PP e demais partidos diziam que faziam oposição e lá em Brasília votavam com Dilma e Lula. Ele mesmo e sua turma foram os responsáveis por não ter deixado outra candidatura como a minha emergir e entregaram a prefeitura ao PT. Querem repetir isso?, questionou.








Fonte: Folha do Acre

Top Ad 728x90