Top Ad 728x90

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

,

Operador de máquinas é ferido durante assalto na Cidade do Povo e morre a caminho de unidade de saúde

O operador de máquinas pesadas Franquilene Fernandes Nogueira, de 40 anos, morreu a caminho da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na tarde de quarta-feira (2). Segundo a família, Nogueira foi ferido na cabeça com um capacete durante um assalto na saída do Conjunto Habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco. Os criminosos fugiram com a motocicleta e o celular da vítima.

A família foi ao Instituto Médico Legal (IML) retirar o corpo de Nogueira na manhã desta quinta (3). Ao G1, uma irmã dele, que não quis se identificar, falou que Nogueira trabalhava em uma obra na Cidade do Povo e tinha conseguido o trabalho há uma semana.

“Ele estava vindo embora, na saída, naquele quebra-molas, dois homens pararam ele, levaram a moto, celular e deram uma capacetada nele. Não resistiu”, contou.

Apesar do ferimento, a parente contou que Nogueira estava consciente e pediu ajuda de um morador que passava no local no momento do crime. “Colocaram ele [vítima] dentro do carro e levaram, mas ele desmaiou e morreu. Chegou na UPA já morto. Ele que ligou para a polícia e registrou a queixa”, falou a irmã.

Revoltados, os familiares pedem justiça. Nogueira era casado e pai de três filhos. “Queremos justiça e segurança. Demora muito aqui no IML também. Deu entrada ontem à noite e até agora não foi liberado”, complementou.



Fonte: G1 Acre

Top Ad 728x90